Portugal e Angola assinarão na quarta-feira um acordo para a criação de um banco de investimentos luso-angolano com capital de um bilhão de dólares, durante uma visita oficial do presidente José Eduardo dos Santos a Lisboa, informa a agência Lusa.

O banco, dividido em partes iguais entre o banco público português Caixa Geral de Depósitos (CGD) e a companhia petroleira angolana Sonangol, deve ser constituído antes do inverno e terá sede em Luanda, com uma filial em Portugal.