O preço do barril de petróleo Brent, referência às exportações angolanas, segue nessa semana com as mesmas oscilações que se verificam há já várias semanas consecutivas.
Nos pregões de Londres, as encomendas para Maio, ontem, quinta-feira (5), iniciaram o dia nos 68,21 dólares acima dos 68,02 dólares de fecho da sessão anterior, mas logo chegou aos 67,86 dólares.
O Investing.com, que segue minuto a minuto as movimentações nos leilões, entre as 9 e as 12 horas, registava para o Brent um preço variável entre 67,84 e 68,44 dólares, e que nas últimas 52 semanas o registo foi de 44,35 e 71,28 dólares, sendo estes os preços mais baixo e mais alto, respectivamente.
Mas a par do petróleo, as oscilações também verificaram-se nas encomendas do ouro cuja onça estava no pregão a 1.332,40, mas com menos 7,58 por cento na variação comparativa com os lançamentos da sessão do dia anterior, conforme indicações das transacções registadas.
O milho com mais 0,85 por cento; o alumínio com 1.990,75 e o Café contrato com mais 0,35 por cento foram os commodities que entraram a negociar em terreno positivo nesse dia.
A par do petróleo Brent, também negociaram em terrenos negativos o petróleo WTI (63,26 dólares), o cacau de Nova Iorque (-8 por cento) e a prata (-0,004). No global, as bolsas americanas e europeias registaram ganhos ligeiros.