Na sessão de terça-feira (2), o brent fechou a 50,46 dólares, depois de ter iniciada a sessão nos 51,43 dólares norte-americanos.
O cenário de instabilidade face ao excessivo aumento da oferta norte-americana e recurso a outras “commodities” pelos investidores, esta semana, tem sido tal, que as negociações situam-se, regularmente, em terrenos abaixo das expectativas do mercado.
Esta semana, o preço mais alto foi de 52 dólares pelo barril, um cenário que aumenta as expectativas para com a próxima reunião da Organização de Países Exportadores de Petróleo (OPEP) a decorrer no final deste mês em Viena, Áustria. No encontro espera-se uma definição mais clara do Cartel em relação a continuidade ou não dos cortes aos níveis de produção dos Estados-membros e parceiros que aderiram ao projecto, e que em Novembro de 2016 ficara acordado para que este fosse até Junho deste ano.
A preocuçaão da Opep é a de o preço do barril de petróleo até Dezembro deste ano chegar aos 60 dólares. IL