Um relatório publicado recentemente pelo Departamento de Comércio dos EUA mostrou que o sector de equipamento de petróleo, considerado o previsor da indústria, reviverá em três anos o nível que tinha logo antes da queda do preço do óleo, e o mercado deverá atingir novos valores máximos. As companhias de equipamentos e serviços de petróleo deverão obter novas oportunidades, conforme o mercado global de equipamentos petrolíferos que possam chegar a 194 mil milhões de dólares em 2018 e ultrapassar os 200 mil milhões em 2019.
Com base nos dados acima, está previsto que a importação de equipamentos petrolíferos pela China chegue a 5,9 mil milhões de dólares.
A cippe 2018, a maior exposição de petróleo do mundo, será inaugurada no dia 27 de Março de 2018 no novo Centro Internacional de Exposições em Beijing, na China. Lá, esperam-se aproximadamente por 1,800 companhias de 65 países e regiões do mundo, que irão expor em sete (7) categorias, designadamente “equipamento petrolífero e petroquímico”, “equipamento de gás de superfície”, “equipamento de óleo e gás offshore”, “equipamento de engenharia oceânica”, “equipamento de gás natural”, “equipamentos de tubulação e armazenamento” e “instrumentos e dispositivos à prova de explosão”.
Entre os principais expositores internacionais estarão a Gazprom, NIGC, Caterpillar, NOV, Schlumberger, GE, Honeywell, Rockwell, Cummins, API, 3M, MTU, ARIEL, Atlas e a Hempel. Entre as empresas chinesas estão a CNPC, Sinopec, CNOOC, CSSC, CSIC, CASC, CIMC, Jereh, Kerui, RG Petro-Machinery, Sany Heavy Industry, Jerrywon, Anton Oilfield, Shanghai Shenkai, Tiehu Petromachinery, West Petroleum Equipment, Ganergy Heavy Industry Group, e outras.