O Estado seria beneficiado com uma receita de 6.475 milhões de dólares, equivalentes a 37 por cento do total de 17,5 mil milhões que poderiam resultar da venda a um preço médio do Brent de 70 dólares do potencial de 250 milhões de barris, descobertos recentemente pela italiana ENI, no Bloco 15/6.

Num cenário mais conservador, tal como o faz o Executivo nas projecções habituais do OGE, a venda de todo o potencial a um preço médio de usd 50 resultaria em uma arrecadação de 12,5 mil milhões de dólares, dos quais 4.625 milhões de dólares (37 por cento) se reverteriam aos cofres públicos.
Em ambos os cenários, as mais-valias económicas superam os 3,7 mil milhões de dólares com que o FMI garantiu financiar os programas do Governo até 2021, no quadro do Programa de Financiamento Ampliado (Extended Fund Facility - EFF).
No seu comunicado à imprensa, a Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANPG) e a italiana ENI fizeram saber que o poço que levou à descoberta foi perfurado no prospecto de exploração Ndungu, nas águas profundas de Angola.
O referido poço Ndungu-1 NFW está localizado a aproximadamente 130 quilómetros da costa, cerca de 10 quilómetros a noroeste do FPSO de N’goma - pólo oeste 9 e a cerca de 2 km do campo de produção de Mpungi (PSO é o navio para a exploração, armazenamento de petróleo e/ou gás natural e escoamento da produção).
Perfurado pelo navio-sonda Poseidon, o poço encontra-se numa profundidade de água de 1.076 metros e atingiu uma profundeza total de 4.050 metros. Os dados adquiridos no poço Ndungu-1 indicam uma capacidade de produção, para o fluxo do poço, de mais de 10 mil barris de petróleo por dia.

Bloco 15/6
O bloco 15/6, em 2018, exportou 49.694.170 (quarenta e nove milhões, seiscentos e noventa e quatro mil e cento e setenta barris), ao preço médio de 71 dólares. A receita gerada foi de usd 3.528 milhões de dólares, equivalentes a 127.666.684.023 (cento e vinte e sete mil, seiscentos e sessenta e seis milhões, seiscentos e oitenta e quatro mil e vinte e três kwanzas). Já em 2017, de exportação de 40.967.171 (quarenta milhões, novecentos e sessenta e sete mil e cento e setenta e um) barris de petróleo ao preço médio de 52 dólares, a receita estimada ficou em 2.130 milhões de dólares (47.741.832.839 de kwanzas).
Em Junho do ano passado a ENI já anunciara uma descoberta com potencial de 300 milhões de barris, feita no Sector Kalimba do Bloco 15/06, numa perfuração feita a cerca de 150 quilómetros da costa norte de Angola. A perfuração realizada pela ENI atingiu uma profundidade total de 1.901 metros, dos quais 458 metros em água.