O conselho de administração da companhia aérea multinacional de origem francesa, Air France-KLM, acaba de indicar novo presidente e representante regional. Trata-se de Frank Legré que substitui Pierre Descazeaux, segundo noticiou essa semana, em Paris, a revista Jeune Afrique.

Frank Legré não é propriamente um quadro novo da companhia onde entrou em 1987 e já ocupou vários cargos de direcção com destaque para a direcção regional da América do Sul, que incluía países como a Colômbia, Equador, Venezuela, Peru e Bolívia, além de ter sido director comercial do Eixo Europa - Norte de África e director-representante da companhia na China.

Ao contrário do que fez o seu antecessor, Frank Legré deixa de ocupar-se do Médio Oriente, que é igualmente agora uma Direcção Regional. Essa opção da Air France-KLM confirma a aposta da companhia francesa por aquele mercado para onde existe igualmente uma grande procura.

Se em 2012 os resultados da Air France em África foram praticamente estáveis, não deixa de ser notável o facto de entre 2008 e 2011 ter havido um aumento de 8 por cento sob os voos internacionais e 6,9 por cento em matéria de transporte de passageiros.

Enquanto a Air France-KLM lançou recentemente um plano de poupanças sem precedentes, África continua a ser o centro da estratégia do grupo europeu envolvido no projecto de lançamento da Air Côte d’Ivoire e Air Cemac, conforme anunciou em Fevereiro passado Alexander Juniac, o CEO da Air-France KLM à saída de um encontro.