A Apple iniciou esta semana um investimento avultado de um bilião de dólares norte-americanos para a construção de uma nova fábrica da empresa na cidade de Austin, no Texas.
A nova planta da companhia deverá ser entregue em 2022, e empregará cinco mil pessoas inicialmente. O principal propósito é a manufatura do novo Mac Pro, um dos carros-chefes entre os computadores da Apple e um dos únicos produzidos nos Estados Unidos actualmente.
“Construir o Mac Pro, o produto mais poderoso da Apple, em Austin é motivo de orgulho e um testamento ao poder da criatividade norte-americana,” disse Tim Cook, CEO da Apple, numa declaração.
A fábrica será abastecida inteiramente por energia renovável, incluindo painéis solares. A empresa também tem uma parceria com a Bartlett Tree Experts, uma firma de conservação, para preservar a vegetação local. Da área total de mais de 500 mil metros quadrados, mais de 200 mil serão preservados com a fauna e flora, e a área será aberta ao público.
De acordo ainda com a declaração da Apple, o novo Mac Pro – que será o foco da nova fábrica – é 15 mil vezes mais rápido que o Mac original.
O projecto já tinha sido anunciado em Dezembro, como parte de um plano de expansão da Apple pelo país. A empresa já teve outros investimentos bilionários em fábricas, como o seu campus em Cupertino, na Califórnia, que custou cinco bilhões de dólares.
A companhia ainda disse que o comprometimento de contribuir à economia norte-americana com 350 bilhões de dólares entre 2018 e 2023 ainda está de pé. Eles também têm planos de investir mais 30 bilhões em expansão de capital no mesmo período.