A Cabo Verde Airlines já retomou as operações de voo para Milão, após a Autoridade Nacional da Aviação Civil italiana ter reposto temporariamente as licenças à transportadora aérea cabo-verdiana. A Autoridade Nacional da Aviação Civil italiana destaca, em comunicado, que “a licença foi emitida até 25 de Julho desde que os passageiros que aguardam o reencaminhamento sejam dados prioridade aos seus destinos finais”.
A Cabo Verde Airlines, companhia pública de aviação cabo-verdiana, estava sem aviões desde o início de Julho, na sequência do fim do contrato de gestão com a Icelandair, o que levou ao cancelamento de mais de 50 voos e afectou mais de 7.500 passageiros.
Todavia, a companhia aérea TACV Cabo Verde Airlines recebeu já, até ao momento, dois aviões do tipo Boeing 757 e assim “retomar a estabilidade operacional”.
O processo de privatização da TACV prevê a venda total da empresa, reservando 51% do capital para um parceiro estratégico, 39% das acções para investidores institucionais e 10% para emigrantes.