O comércio entre a China e Moçambique recuou no período em análise, ao situar-se nos 165,2 milhões de dólares entre Janeiro e Agosto de 2019, contra 173 milhões registados nos primeiros oito meses do ano passado.
De acordo com as estatísticas dos Serviços da Alfândega da China, consultadas pelo “O País”, o saldo da balança comercial mantém-se favorável para Pequim, que vendeu à Maputo bens no valor de 124,8 milhões de dólares, enquanto as compras situaram-se nos 40,3 milhões de dólares.
O volume das trocas comerciais entre a China e os Países de Língua Portuguesa foi no valor de 96,9 mil milhões de dólares nos primeiros oito meses deste ano, um aumento em 2,31 por cento em relação ao período homólogo de 2018.
Na lusofonia, o Brasil mantém-se como o maior parceiro comercial da China, com as trocas comerciais entre Pequim e Brasília a atingirem a casa de um bilião de dólares norte-americanos.

Vendeu bens
Os Estados Unidos da América regressaram ao top 10 dos maiores parceiros comerciais de Moçambique. Em 2018, o volume das trocas comerciais entre Maputo e Washington atingiu cerca de 309,5 milhões de dólares.
O volume global das trocas comerciais entre Moçambique e o resto do mundo situou-se nos cerca de 12 mil milhões de dólares no ano passado, mais 14,2 por cento que em 2017, segundo estatísticas de comércio externo de bens, compilados pelo Instituto
Nacional de Estatística.
O país vendeu no exterior bens no valor de cinco mil milhões de dólares em 2018, valor abaixo das compras que se situaram nos 6,9 mil milhões de dólares, representando um défice da balança comercial na ordem de 1,9 mil milhões.
A grande novidade no grupo dos maiores parceiros comerciais de Moçambique no passado, é o regresso dos Estados Unidos da América ao top 10.
Dos 130 países que receberam bens provenientes de Moçambique, destacam-se a Índia, África do Sul, Reino dos Países Baixos, China e Singapura, que fecham o top 5.
Os principais bens exportados foram combustíveis minerais e metais comuns, que totalizaram 72,9 por cento dos bens vendidos no exterior.