Cuba quer explorar novos sectores de actividades no Congo, anunciou o embaixador plenipotenciário de Cuba no Congo, Manuel Serrano Acosta.
No termo duma encontro segunda-feira última em Brazzaville com o Presidente congolês, Denis Sassou Nguesso, Acosta expressou o desejo de ver reforçados todos os sectores da cooperação, no quadro dos acordos assinados no domínio da agricultura, da pesca, com as Forças Armadas.
Deste leque constam igualmente os sectores do desenvolvimento da economia florestal, do desporto e da cultura, o que resta a fazer, frisou, é reforçarmos a cooperação noutros sectores suportes do crescimento e do desenvolvimento, dos quais o das minas.
Depois de quatro anos passados em Brazzaville, o diplomata cubano disse-se “satisfeito com o nível das relações” entre os dois países.
“Temos em formação, em Cuba, estudantes congoleses no domínio da medicina. Quinhentos da primeira onda vão ser médicos no próximo ano”, declarou Manuel Serrano Acosta.