A empresa sul-africana Tödi River Farms, especializada na produção de fertilizantes agrícolas e alimentos para gado, investirá cerca de 362 milhões de dólares no Congo para produzir essencialmente milho, arroz, soja e feijão, anunciou o ministério congolês da Agricultura e Pecuária. O Governo congolês e responsáveis desta empresa sul-africana assinaram recentemente em Brazzaville um contrato de arrendamento que autoriza a Tödi River Farms a lançar as suas actividades nos 40 mil hectares de terra de Malolo, pequena aldeia situada a mais de 400 quilómetros a sudoeste de Brazzaville, de acordo com a fonte.
Citado, o ministro congolês da Agricultura e Pecuária, Henri Djombo, saudou a excelência das relações entre o seu país e a África do Sul e indicou que as actividades agrícolas e agro-industriais contribuirão para impulsionar o sector e garantir a auto-suficiência alimentar no Congo. Durante os 60 anos previstos de arrendamento, o grupo sul-africano desenvolverá também a criação de bovinos, de acordo com a governante. Por sua vez, o director-geral da Agricultura, Simon Dieudonné Savou, declarou que a cultura do milho, necessária à produção dos alimentos para o gado, vai aumentar a oferta agroalimentar do Congo. No plano do desenvolvimento local, a empresa Tödi River Farms poderá criar quase 250 empregos directos e mais de mil indirectos.