A Corporate Knights, empresa de informações financeiras e revista cujo foco é como os negócios e os benefícios sociais e ecológicos podem andar de mãos dadas, divulgou o ranking das empresas mais sustentáveis do mundo. Nele estão companhias de todo mundo cuja sustentabilidade, em várias categorias, é capaz de colocá-las
em um patamar único.
O estudo, que já vai no seu 14º ano, observa dados públicos, como declarações financeiras e relatórios de sustentabilidade, de seis mil empresas com receita anual mínima de um mil milhões de dólares. Os factores-chave para a análise levados em consideração são os gastos com inovação, impostos pagos, diversidade da liderança, salários dos altos cargos, fornecedores com quem as empresas trabalham, fundos de pensão e saúde, taxas de segurança, rotatividade de pessoal e o vínculo entre as metas de sustentabilidade e a
remuneração dos executivos.
As empresas que apareceram nos rankings dos anos anteriores foram automaticamente incluídas na análise do novo relatório e todas elas que entraram no Top 900 foram contactadas para verificação de dados antes de os resultados serem reduzidos para as 100 finalistas.
Confira as 10 melhores:
1º) Dassault Systèmes, França, sector: software e a sua taxa de sustentabilidade
é de 86,1 por cento;
2º) Neste, Finlândia, sector: petróleo, gás e combustíveis, taxa de sustentabilidade
é de 85,2 por cento;
3º) Valeo, França, sector: componentes automotivos, taxa de sustentabilidade
é de 83,6 por cento;
4º) Ucb, Bélgica, sector: farmacêutico, taxa de sustentabilidade é de 79,5 por cento;
5º) Outotec, Finlândia, sector: construção e engenharia, taxa de sustentabilidade
é de 78,3 por cento;
6º) Amundi, França, sector: mercado de capitais, taxa de sustentabilidade
é de 77,8 por cento;
7º) Cisco Systems, Estados Unidos da América, sector: equipamentos de comunicação, taxa de sustentabilidade
é de 77 por cento;
8º) Autodesk, Estados Unidos da América, sector: software, taxa de sustentabilidade é de 76,9 por cento;
9º) Siemens, Alemanha, sector: conglomerados industriais, taxa de sustentabilidade
é de 76,7 por cento;
10º) Samsung, Coreia do Sul, sector: electrónicos, instrumentos e componentes,taxa de sustentabilidade é de 75,8 por cento.