Neste país, o défice de profissionais qualificados em áreas de tecnologia vai superar as 160 mil pessoas em 2019.
A iniciativa, pioneira no mundo, tem como objectivo desenvolver o “ecossistema económico e tecnológico” no Brasil, onde 120 milhões de pessoas acedem  mensalmente ao Facebook.
O vice-presidente do Facebook para a América Latina, Diego Dzodan, assegurou que a tecnologia oferece “oportunidades” aos jovens brasileiros e pode ajudar “a desenvolver negócios” e fomentar  a criação de emprego.