A rede social Facebook está disposta a fechar por 60 milhões de dólares a compra da fabricante de drones Titan Aerospace, especializada na produção de aviões não tripulados movidos à energia solar, avançou o canal CNBC.

A operação pressupõe a entrada da empresa de Mark Zuckerberg no mundo da robótica, algo que já protagonizaram outras gigantes tecnológicas como a Google e a Amazon.

Quanto à Titan Aerospace, com sede no Novo México, fabrica aviões não tripulados que operam a grande altitude e que graças à energia solar podem voar até cinco anos sem necessidade de aterrar.

Os aviões podem ser utilizados para oferecer, a um menor custo, os serviços que tradicionalmente se atribuem a satélites. Entre as utilizações que, à partida, o Facebook poderá dar a estes drones está a ligação à internet, facilitando-a, especialmente em zonas que carecem de infra-estruturas apropriadas, segundo informação detalhada pelo CNBC e pela TechCrunch.

O Facebook é um dos principais apoiantes da iniciativa “Internet.org”, que procura oferecer ligação a preço acessível aos milhões de pessoas no mundo que não a têm.