A expressão conflito de gerações nunca deve ter sido tão adequada como agora para a indústria automobilística. Marcas consagradas por superesportivos, como a Ferrari e Lamborghini, lançam SUVs. A Porsche faz sucesso e dinheiro com um modelo para a família. E agora a Ford elege o Mustang - ícone da desportividade - como inspiração do seu carro eléctrico, o Mach-E, apresentado oficialmente esta semana em Los Angeles, EUA.
Fãs incondicionais do Mustang, não fiquem chateados com Autodesportivo. A decisão foi da Ford. Trata-se de um belo SUV cupê de porte grande. O perfil é o seu melhor ângulo, com nervuras na lateral e a característica caída do tecto a partir da coluna central para a traseira.
Curiosidade é que esse é o primeiro carro sem maçanetas nas portas. Nas duas da frente, pressiona-se um discreto botão na coluna, e um pequeno braço metálico permite abrir a porta com leveza. Nas traseiras, apenas aperta-se o botão. O celular do dono ou dona do carro é identificado por Bluetooth ao se aproximar do carro, e destrava as portas.
A frente é Mustang puro, com a assinatura das três barras inclinadas que marca os faróis e também as lanternas traseiras. O espaço de uma grade que permitiria a ventilação de um motor a combustão é vedado por superfícice oval metálica pouco elegante. A solução encontrada para a versão GT, uma cobertura de poliuretano, ficou bem melhor. As duas aberturas nas extremidades da dianteira compõem bem o visual e facilitam o equilíbrio aerodinâmico. As rodas podem ser de 18, 19 ou 20 polegadas. As dimensões do carro não foram reveladas.

Tela de Tesla, sim
No interior, chama a atenção a enorme tela instalada verticalmente no centro do painel. Qualquer semelhança com a tela que equipa os Teslas não é mera coincidência. A Ford afirma que a superfície sensível ao toque está lá para transferir todas a funções que uma pessoa está habituada a usar em seu celular, desde as de entretenimento às de navegação.
Uma função específica do modelo permite que o sistema de navegação localize estações públicas de recarga em viagens.