“Desenvolvimento e Sociedade Civil: o Contributo das Fundações” é o tema do 12º Encontro de Fundações da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) que se se realizou na cidade de São Tomé, capital de São Tomé e Príncipe, entre 9 e 11 de julho.
Promovido pelo Centro Português de Fundações (CPF), com o apoio de diversas fundações portuguesas e são-tomenses, o 12º Encontro reuniu representantes das fundações, das universidades e de outras organizações não-governamentaisdos países de língua portuguesa, bem como representantes do Governo de São Tomé e Príncipe e da CPLP.
Em debate estiveram os desafios que se colocam aos países da CPLP, desde logo o seu contributo para a formulação de políticas públicas de desenvolvimento, de que aquelas organizações, em especial as fundações, são muitas vezes os principais actores, com um enfoque especial nas políticas de gestão do território e dos seus recursos.
A abertura deste 12º Encontro, no dia 9 de julho, contou com uma intervenção inicial da presidente do Centro Português de Fundações, Maria do Céu Ramos, que destacou que “são muitos os projectos liderados ou partilhados por fundações no espaço da CPLP visando contribuir para a concretização dos objectivos do desenvolvimento sustentável até 2030. As fundações são, sem dúvida, plataformas estratégicas entre os Estados, o sector empresarial e os cidadãos. Em São Tomé, durante quatro dias foram debatidos os tema e acompanharam alguns dos projectos“.
Foi discutido o papel das fundações no desenvolvimento.