O grupo Ingénico o líder mundial em pagamentos integrados, apoiou o lançamento de uma solução biométrica segura na Zâmbia, em parceria com a Paycode. O programa permitiu a distribuição de 22 milhões de dólares em subsídios às regiões rurais da Zâmbia no período de 3 meses.
Desde 7 de Novembro de 2017, o programa permitiu que os agricultores registados acedessem a um programa financiado pelo governo, o subsídio Fisp, de acordo com o qual os agricultores realizam um copagamento de 400 kwachas zambianos (equivalente a 40 dólares) e o Ministério da Agricultura proporciona 1.600 kwacha adicionais (equivalente a 160 dólares) para atingir um total de 2.000 kwachas (equivalente a 200 dólares). Durante a inscrição, um agente do programa recolhe as impressões digitais dos agricultores e associa-as ao seu documento de identificação para autenticação.
Subsequentemente, os agricultores recebem um porta-moedas electrónico Fisp, para ser usado em agro-comerciantes participantes aprovados e equipados com os terminais biométricos inteligentes do grupo Ingénico. Durante a transacção, podem usar as suas impressões digitais para autenticação.
Os utilizadores até então sem acesso a conta bancária podem agora aceder a subsídios para materiais agrícolas em 30 distritos zambianos.
No primeiro passo, o governo zambiano vai proporcionar financiamento destinado a regiões onde existem um défice generalizado de infra-estruturas financeiras.