Os investimentos do grupo chinês Guang De Internacional, em actividade em Angola desde 1999, atingiram agora os 200 milhões de dólares norte-americanos, declarou esta semana, em Luanda, o presidente Ning Xu. Segundo disse, os negócios do grupo estão nos ramos da construção civil, produção de mobiliário, colchões, chapas de zinco e almofadadas, aviário, cultura de cogumelos, caixa térmica, molduras de esferovite, agência de viagens, entre outros. Com estes investimentos foram empregados pelo menos dois mil trabalhadores, dos quais 80 são expatriados. Para os próximos anos, há forte intenção de aumentar os investimentos.