O ministério da Economia do Governo líbio de União Nacional anunciou a importação de 800 mil carneiros, no valor total de 150 milhões de euros, para a festa muçulmana de Aïd El Idha em Setembro, no fim do jejum (Ramadão).
As necessidades totais em carneiros, principal animal de sacrifício para a Aid deste ano, estão avaliadas em um milhão e 400 mil carneiros, indicou sábado o Gabinete de Informação do ministério, o qual espera uma produção nacional estimada em 700 mil carneiros.
O ministério prometeu lançar um sistema electrónico a fim de que os chefes de família possam reservar os carneiros a importar, explicando que o sistema fará parte das associações de consumidores.