Jim Ratcliffe é o detentor da maior fortuna no Reino Unido e foi um forte defensor do Brexit. Mas agora decidiu mudar-se para o Mónaco, onde os residentes não pagam impostos.
Sir Jim Ratcliffe, engenheiro petroquímico e dono da maior fortuna individual do Reino Unido, avaliada em 21 mil milhões de libras, decidiu mudar-se para o Mónaco.
O responsável, que foi um grande defensor do Brexit, muda-se agora para o Principado, segundo a imprensa inglesa.
As razões para esta “emigração” não são conhecidas, mas o Telegraph realça que o Mónaco é conhecido como um paraíso fiscal e Ratcliffe é dono de uma grande propriedade na Riviera francesa.
A “luta” de Ratcliffe em relação ao regime fiscal não é nova.
Em 2010, transferiu a sede da sua empresa, a Ineos, para a Suíça, onde permaneceu durante quatro anos. E esta transferência esteve relacionada precisamente com a factura dos impostos, explica a imprensa britânica.
Agora, o empresário muda-se para o Principado, mas a sede da empresa será mantida em Londres.
O Daily Telegraph adianta que Ratcliffe não é o único a decidir fazer esta transferência. Outros dois altos responsáveis da Ineos, Andy Currie e John Reece, vão seguir o exemplo do empresário.
O Independent destaca o facto de Ratcliffe ter sido um grande defensor do Brexit, considerando que o Reino Unido teria “sucesso” fora da União Europeia. “Os britânicos são perfeitamente capazes de gerir os britânicos e não precisam que Bruxelas lhes diga como devem gerir as coisas”, afirmou o responsável antes do referendo de 2016.