Cerca de usd 3,4 milhões americanos (dois biliões de francos CFA) é o financiamento que a Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD) e o Mali assinaram recentemente, para o “Projecto 03 Fronteiras” (Mali, Níger, Burkina Faso). Pela parte maliana, o documento foi assinado pela Agência Nacional de Investimento das Colectividades Territoriais (ANICT), em Bamako. O “Projecto 03 Fronteiras” financiado por França via AFD, para três anos (2020-2022), visa contribuir para a estabilização da zona do Liptako Gourma, espaço fronteiriço entre o Mali, o Burkina Faso e o Níger, apoiando o seu desenvolvimento socioeconómico e velando por um reforço da coesão social entre as comunidades. Cadeias de valor Na ocasião, o embaixador da França no Mali, Joel Meyer, sublinhou que o “Projecto 03 Fronteiras” salientará o reforço das fileiras agro-pastorais, através dos apoios às organizações de produtores e pelo financiamento de infra-estruturas socioeconómicas seleccionadas pelas colectividades territoriais nos círculos de Gao, Ansongo, Gourma-Rharous (Norte) e Douentza, Bankass e Koro (Centro). A iniciativa vem completar uma carteira de projectos mais global financiada pela AFD, no montante de 524 mil dólares americanos, para as regiões do Norte e do Centro do Mali abaladas por uma grave crise de segurança.