A Assembleia-Geral das Nações Unidas adoptou, um orçamento de 3,7 bilhões de dólares americanos para as Nações Unidas para o ano 2020. Trata-se de um aumento de cerca de oito milhões de dólares americanos em relação ao que foi inicialmente pedido pelo Secretário-Geral, António Guterres, segundo um comunicado da ONU. É igualmente pela primeira vez, desde 1973, que a ONU adopta um orçamento anual em vez de uma previsão para dois anos. O comunicado indica que a quinta Comissão da Assembleia-Geral, que cobre as questões administrativas e orçamentais, examinou e aprovou o orçamento com base em relatórios
especializados.

Objectivos de desenvolvimento
Felicitando o Comité pelo êxito dos seus trabalhos, o presidente da Assembleia-Geral, Tijjani Muhammad Bande, declarou que a adopção do orçamento e outras decisões importantes tomadas pelo comité são essenciais para o bom funcionamento da ONU.
“O projecto de orçamento-progama para 2020 que fornece os recursos necessários ao Secretariado da ONU para realizar as suas diferentes tarefas, prepara-nos igualmente para a entrada na Década de Acção para a Aplicação dos Objectivos de Desenvolvimento
Sustentável (ODD)”, afirmou.
Todos os Estados-membros da ONU deverão intensificar os seus esforços, nos próximos anos, para a aplicação dos ODD, concebidos para criar um mundo melhor para todos, protegendo o ambiente natural.
Entre os 17 objectivos figuram a eliminação da pobreza e da fome, a realização da igualdade dos sexos e a tomada de medidas urgentes para lutar contra os efeitos da mudança climática.
Os dirigentes mundiais adoptaram os ODD, em 2015, e fixaram o seu prazo para 2030.
O plano estratégico foca em áreas-chave incluindo a diminuição da pobreza, governança democrática e construção da paz, mudança do clima e risco de desastres,
e desigualdade económica.
Alcançar os ODS requer a parceria de governos, sector privado, sociedade civil e cidadãos comuns garantirmos que deixaremos um planeta melhor para as futuras gerações.