A estatal brasileira Petrobras anunciou esta semana o aumento de 3,5 por cento no preço da gasolina e 4,2 por cento no gasóleo nas refinarias, após o ataque de sábado passado a petrolíferas na Arábia Saudita.
A informação, divulgada pela assessoria de imprensa da estatal à imprensa brasileira, acrescenta que o aumento para os consumidores finais fica a critério das distribuidoras e postos de combustível.
O preço de venda da gasolina nas refinarias da estatal vai subir 0,0596 reais (0,013 cêntimos) por litro. Já o preço do gasóleo terá um aumento de 0,0916 reais (0,020 euros) por litro.
O aumento surge após a Petrobras ter informado que iria avaliar os preços no Brasil, depois dos ataques na Arábia Saudita terem levado ao aumento do preço do petróleo no mercado internacional.
Na segunda-feira, a estatal informou que iria esperar que o mercado acalmasse para definir os reajustes nos preços dos combustíveis.
O ataque com aviões não tripulados (‘drones’) às principais instalações petrolíferas da Arábia Saudita, no sábado, provocou a destruição de 5,7 milhões de barris de petróleo (mais de 05 por cento da produção diária mundial) e foi reivindicado pelos rebeldes Houthis no Iémen, mas os EUA afirmaram ter provas de que o Irão está por detrás deste episódio.