A produção diária de petróleo bruto da Nigéria registou uma oscilação de alta de cerca de 2,09 milhões de barris no “Outlook 2018”, traduzindo-se em um aumento de 9,00 por cento, em comparação com a produção média diária de 2017, de 1,86 milhões de barris por dia.
O director do grupo da Corporação Nacional de Petróleo da Nigéria (NNPC), Maikanti Baru, disse que a nação manteve uma linha consistente de melhoria ano após ano, depois do baixo nível registado em 2016.
Para o incremento do petróleo bruto e outros marcos registados pela NNPC na saída de 2018, Maikanti Baru, que fez a apresentação dos dados numa mensagem abrangente de fim-de-ano para o pessoal da corporação, elogiou os novos modelos de negócios que a sua equipa colocou no sector petrolífero nacional.
De acordo com o comunicado divulgado terça-feira, em Abuja, pelo gerente da Divisão de Assuntos Públicos do grupo NNPC, Ndu Ughamadu, a Companhia Nigeriana de Desenvolvimento de Petróleo (NPDC), a Companhia de Gás da Nigéria (NGC), a Companhia de Marketing de Produtos de Petróleo (PPMC), a Duke Oil, NIDAS e Integrated Data Services Limited (IDSL) estavam entre as empresas de sucesso para a actual reengenharia, com destaque para a NNPC e GMD.
Actualmente, a Nigéria planeia um melhor desempenho e conquista para 2019, especialmente com as inovações e a criatividade contínuas no sector de “downstream” e do vínculo de desempenho assinado por todos os chefes relevantes das unidades operacionais.
A NPDC destacou-se como principal empresa da “Upstream” e principal contribuinte para a história de sucesso da indústria em 2018, expressando entusiasmo pelo crescimento diário de 52 por cento da produção de petróleo pela empresa em relação ao desempenho de 2017.