O Produto Interno Bruto (PIB) da Austrália cresceu 2,8 por cento em 2013 depois de registar uma subida de 0,8 por cento no último trimestre do ano, revelou o departamento de estatística do país.

Os resultados do crescimento económico melhoraram ligeiramente face às previsões dos mercados que esperavam um crescimento do PIB de 2,5 por cento em todo o ano e de 0,7 nos últimos três meses do ano passado.

As exportações impulsionaram o crescimento económico do último trimestre, explicou David de Garis, economista do Banco Nacional da Austrália, que assinalou que a economia doméstica registou um crescimento “suave” com a procura interna a subir 1,2 por cento em 2013. Já o crescimento económico global do país foi impulsionado pela exploração mineira, serviços financeiros e seguros.

A reserva australiana decidiu manter a taxa de juro de 2,5 por cento para estimular o investimento e manter a pressão face à valorização da moeda ao mesmo tempo que prevê que a taxa de desemprego suba e que a inflação se mantenha estável entre dois e três por cento nos próximos dois anos. Para o ano económico, que termina a 30 de Junho, o Tesouro Federal preconiza um crescimento económico de 3,5 por cento.