A taxa de inflação da Nigéria atingiu 11,85 por cento em Novembro, contra 11,61 registado um mês antes, anunciou, recentemente, o Escritório Nacional das Estatísticas da Nigéria (NBS). No seu relatório sobre a taxa de inflação divulgada em Abuja, capital da Nigéria, o NBS indicou que a taxa de inflação urbana passou para 12,47 por cento (em base anual), em Novembro de 2019, contra 12,20 por cento assinalados um mês antes, enquanto a taxa de inflação rural passou para 11,30 por cento contra 11,07, segundo o mesmo período.
O NBS sublinhou igualmente, na mesma ordem, que o índice composto dos alimentos passou para 14,48 por cento contra 14,09.

Índice alimentício
A subida do índice alimentício teria a ver com o aumento dos preços de pão, de cereais, de óleos e gorduras, de carne, de batatas, do inhame e de outros tubérculos e de peixe. Em relação a Outubro de 2019, o sub-índice alimentar aumentou 1,25 por cento em Novembro de 2019, lê-se no documento. A Nigéria é classificada como uma economia mista e um mercado emergente. O país já atingiu o nível de renda média-baixa de acordo com o Banco Mundial. O país é o 12º maior produtor e o oitavo maior exportador de petróleo do mundo, além de ter as 10 maiores reservas provadas deste recurso.