Jeremy Corbyn, líder dos trabalhistas britânicos, anunciou que irá defender um novo referendo sobre o Brexit se essa posição for decidida na próxima conferência anual do partido.
O líder do partido garantiu que vai convocar uma “votação clara” para que os militantes se pronunciem sobre a postura do partido quanto ao rumo das negociações para a saída do país da União Europeia (UE). O debate do partido sobre um eventual novo referendo decorreu na terça-feira última.
Corbyn tem-se sentido relutante em apoiar as exigências do partido relativamente a um segundo referendo, mas o partido concordou, na passada noite de domingo, 23 de Setembro, que o partido votaria numa moção que apoie ”todas as opções restantes na mesa, incluindo a campanha para uma votação pública”, caso nenhuma eleição se desencadeie, segundo os planos de saída para Maio do Brexit.