A Tunísia posiciona-se no quarto lugar, a nível africano, em termos de comércio electrónico e no 79.º a nível mundial, segundo um relatório das Nações Unidas sobre o Comércio e o Desenvolvimento de 2018.
De acordo com o mesmo relatório, dez países africanos desenvolveram o comércio electrónico,  designadamente as Ilha Maurícias (55.º a nível mundial), Nigéria (77.º a nível mundial), África do Sul (78.º a nível mundial), a Tunísia (79.º a nível mundial), Marrocos (81.º a nível mundial), Gana (85.º a nível mundial), Quénia (89.º a nível mundial), Uganda (99.º a nível mundial), Botswana (100.º a nível mundial) e Camarões (101.º mundial).
A classificação tem em conta vários critérios, incluindo o número de pessoas que usam a Internet, a segurança dos sistemas electrónicos, a fiabilidade da rede eléctrica e, finalmente, as receitas dessa actividade.
O relatório avaliou os países segundo o número de compradores online e a facilidade de pagamento e o recebimento de produtos.
De acordo com o relatório, os países europeus ocupam os dez primeiros lugares no plano mundial do domínio do comércio electrónico, estando os Países Baixos à frente.