O grupo Recreativo do Kilamba, com 842 pontos, foi eleito esta quinta-feira, vencedor do Carnaval de Luanda, da classe A, deixando suplantando, na Nova Marginal de Luanda, mais de 13 grupos. Três anos depois da sua criação, o grupo União Recreativo Kilamba, do distrito urbano do Rangel, entrou na galeria dos vencedores do Carnaval de Luanda, fruto da vitória na edição de 2018.
O grupo, que desceu na pista da Nova Marginal sob o comando de Poly Rocha, obteve 842 pontos, superando a concorrência de outros 8 concorrentes. Durante a sua exibição, o colectivo transmitiu mensagens sobre a necessidade da valorização das chamadas profissões liberais. O grupo passou com 900 integrantes.
A segunda posição foi ocupada pelo União Mundo da Ilha (destronado do título), com 840 pontos, enquanto no terceiro lugar ficou o União Njinga a Mbande, do município de Viana, com 804 pontos.
Na quarta posição está o União Kiela, do distrito urbano do Sambizanga, com 796 pontos, e em quinto o União Operário Kabocomeu, também do Sambizanga, com 714 pontos.
No entanto, os resultados divulgados nesta quinta-feira pela organização não satisfez alguns grupos, principalmente da comandante do União Kiela, Maravilha dos Santos, que manifestou, de forma visível e contundente o seu desapontamento com o que considera injusto a actuação do corpo de júri liderado pelo critico cultural Jomo Fortunato.
É de realçar que três dos 12 grupos inicialmente previstos, nomeadamente o União 10 de Dezembro, União 54, ambos da Maianga, e o União Juventude do Kapalanga, de Viana, não desfilaram devido a intensa chuva que se registou em Luanda ao princípio da noite de terça-feira.
Em função desta realidade, a edição de 2019 vai contar com a participação de 18 grupos, incluíndo os cinco primeiros colocados da classe B, nomeadamente o União Povo da Samba, União Sagrada Esperança, União Etu Mudietu, União Twabixila e União Giza.
Na classe A, o título está em posse do União Mundo da Ilha, por sinal o recordista de títulos do Carnaval de Luanda, com 13 troféus conquistados. Os grupos União 10 de Dezembro, União 54, ambos da Maianga, e o Juventude do Kapalanga, da Viana, já não desfilam amanhã sábado, 16, como havia sido anunciado, inicialmente, pela organização, na pista da Nova Marginal, em função do acerto encontrado entre os grupos e a Comissão Provincial do Carnaval de Luanda.
Os grupos em causa não desfilaram na terça-feira devido a chuva intensa registada em Luanda, que começou por volta das 19h30, numa altura em passava o União 10 de Dezembro.